O ideal do jovem humanista no Paulus de Pier Paolo Vergerio

Carlos Salvador Díaz
Universidad de Extremadura; salvadordiaz@unex.es
DOI: 10.22400/cij.6.e031
RESUMEN

Nos finais do século XIV e no começo do século XV, nos principais focos académicos italianos, Florença, Veneza, Milão, Pádua etc., começaram a surgir os ideais humanistas que acabariam por gerar um grande movimento de renovação cultural que hoje em dia chamamos Renascimento. Movidos por este afã renovador, cada vez serão mais os professores e estudiosos, que, com o desejo de recuperarem os autores e ideais grecolatinos, defenderão um novo tipo de educação diferente à do modelo medieval, cujo objetivo será alcançar a liberdade através da sabedoria e da virtude através das quais os jovens serão formados de uma forma íntegra não só física mas também inteletualmente. 

O primeiro destes tratadistas italianos em plasmar as suas ideias educattivas foi Pier Paolo Vergerio (1370-1444), professor na Universidade de Florença, autor do pequeno livro De ingenuis moribus et liberalibus studiis adulescentiae, traduzido para español como  La educación del gentilhombre. Paralelamente a este trabalho, já sobejamente estudado por muitos autores, contamos também com a sua extensa correspondência e com uma comédia humanística que Vergerio compôs em data ainda incerta:  Paulus, ad iuvenum mores corrigendos; que significa “Paulus para corrigir os costumes dos jovens”. Tanto as suas cartas como esta comédia servem para entender na sua totalidade os preceitos renovadores de Vergerio e a sua conceção do de estudante exemplar.

Por esta razão, analisaremos brevemente a comedia Paulus para ver conhcermos quais eram para ele os costumes da juventude que precisavam de ser corrigidos, como se deviam comportar, segundo Vergerio, os bons estudantes da época, e que motivos levavam os jovens a afastarem-se do caminho da virtude e da sabedoria. Para este efeito, contextualizaremos de uma forma sucinta o autor e a obra na sua época, analizaremos o seu argumento e relacioná-la-emos com outros textos de Vergerio, quer com as suas cartas quer com De ingenuis moribus.”

PALABRAS CLAVE
Humanismo, Educação, Vergerio, Paulus, Juventude
ABSTRACT
KEYWORDS
RESUMO
PALAVRAS CHAVE
Recibido ǀ Received ǀ Recebido  16/01/2019,  Aceptado ǀ Accepted ǀ Aceito  28/01/2019,  Publicado ǀ Available ǀ Publicação  14/02/2019 
Licencia ǀ License ǀ Licença Salvo indicación contraria expresa, todos los contenidos de Cuadernos de Investigación en Juventud se distribuyen bajo una licencia de uso y distribución Creative Commons Attribution-ShareAlike License (CC BY-SA) 4.0 International.