Normas de Publicação

1 INFORMAÇÕES GERAIS

A revista CUADERNOS DE INVESTIGACIÓN EN JUVENTUD é publicada pelo Conselho da Juventude de Extremadura, CJEx. Fundada em Merida em 2016, trata temas de juventude multidisciplinar e publica duas edições por ano.

Em seus conteúdos têm preferência os artigos que mostram temas inovadores de grande interesse, que tratam as questões relacionadas com os objetivos e temáticas de CUADERNOS DE INVESTIGACIÓN EN JUVENTUD.

CUADERNOS DE INVESTIGACIÓN EN JUVENTUD é uma revista arbitrada, seu conteúdo é revisado através de um processo de “Revisão por pares” (Peer-review). Cada artigo é revisado por, ao menos, dois avaliadores externos, e todos os trabalhos recebidos são considerados confidenciais. O rigor deste processo de “Revisão por pares” garante o caráter confidencial e o anonimato dos autores e avaliadores.

CUADERNOS DE INVESTIGACIÓN EN JUVENTUD adota as normas de publicação estabelecidas em “Guidelines for scientific publishing” e feitas pelo International Council of Scientific Unions, Ed. ICSU Press Publishing. ISBN 0-930357-44-2. O cumprimento dos requisitos deste manual de estilo (Guidelines for scientific publishing) fornece a indexação da revista nas principais bases de dados de revistas da especialidade e melhora assim a difusão e impacto dos autores e seus trabalhos.

CUADERNOS DE INVESTIGACIÓN EN JUVENTUD apresenta- se como uma revista digital, é disposta em sua página web:

http://www.investigaciónenjuventud.org

2 A CLARIDADE COMO REQUISITO

CUADERNOS DE INVESTIGACIÓN EN JUVENTUD é uma revista científica de investigação em juventude, portanto seu conteúdo deve aportar conhecimento inovador relacionado com ao segmento da população entre 16 e 30 anos, em geral. Além disso, dado a vasto leque de especialidades entre os seus leitores, são importantes a claridade e simplicidade na linguagem e na exposição, explicando os termos ou conceitos menos habituais.

3 ALCANCE E POLÍTICA

A finalidade principal de CUADERNOS DE INVESTIGACIÓN EN JUVENTUD é apoiar a divulgação de resultados de investigação original, estudos técnicos, comunicações curtas,… que fazem- se no mundo em língua espanhola, língua portuguesa ou língua inglesa. Estos trabalhos devem ser originais e inéditos e não devem estar publicados numa revista para a sua publicação.

O autor é o único responsável das afirmações feitas em seu artigo.

4 TIPOLOGIA DOS ARTIGOS

Serão considerados para sua  publicação os seguintes tipos de trabalhos recolhidos em nosso título, em sua mais vasta acepção:

  • Artigo de Investigação: recolherá os resultados das investigações originais, teóricas ou experimentales. Deverão assinar com claridade os aspetos originais propostos. Com caráter geral, terão uma extensão máxima de 6.000 palavras, com resumo e referê Em caso de necessidade, vocêpodereis enviar um documento adicional que fará referência ao artigo. Este documento adicional estará disponível na web de CUADERNOS DE INVESTIGACIÓN EN JUVENTUD. É aconselhável que o numero de autores não exceda de 4.
  • Colaboração de Boas Práticas: descrição das experiências positivas com sucessos importantes em qualquer âmbito da investigação em juventude, proporcionando alguma perspetiva original ou útil. São considerados nesta categoria tanto os trabalhos futuros que serão descritos com  o detalhe e o avanço necessários, como as experiências ou projetos já acabados. Estos últimos apresentarão a metodologia, processo e resultados Extensão máxima aproximada: 4.000 palavras (com resumo e referências). Em caso de necessidade, você podereis enviar um documento adicional com texto e imagens que fará referência ao artigo. Este documento adicional estará disponível na web de CUADERNOS DE INVESTIGACIÓN EN JUVENTUD.
  • Colaboração de Revisão: descreve e recopila os desenvolvimentos mais recentes ou trabalhos publicados sobre um determinado tema. Extensão máxima aproximada: 4.000 palavras (com resumo e referências). Em caso de necessidade, você podereis enviar um documento adicional com texto e imagens que fará referência ao artigo. Este documento adicional estará disponível na web de CUADERNOS DE INVESTIGACIÓN EN JUVENTUD.

Outros tipos de trabalhos:

  • Notícia: podem conter informações sobre qualquer assunto ou disciplina relacionada com a temática da revista. Extensão máxima aproximada: 1.000 palavras.
  • Resenhas biográficas: os leitores de CUADERNOS DE INVESTIGACIÓN EN JUVENTUD podem enviar resenhas biográficas de publicações relacionadas com o perfil editorial da revista. Recomenda-se não exceder 1.200 palavras.

5 REQUISITOS, MODELO E ESTRUTURA DO TRABALHO

Os originais serão enviados, de forma preferente, através de nossa web mediante o ponto do menu “Envio de Artigos” ou, se não fora possível, por correio eletrônico para endereço web.

O formato do artigo, uma vez aprovado, deve ser preparado mediante um modelo, que pode ser descarregado em www.investigacionenjuventud.org.

Também você pode descarregar um artigo de amostra em www.investigacionenjuventud.org

Na medida do possível, você deve evitar o uso de linguagem muito especializado, procurando uma mais fácil compreensão das idéias apresentadas.

Os artigos podem ser escritos e avaliados em castelhano, português ou inglês. Uma vez aprovados, aceita-se a possibilidade de que os artigos são publicados em dois destas línguas.

 6 CARTA DE APRESENTAÇÃO E PROPOSTAS DOS AVALIADORES

O artigo irá acompanhado por uma carta (ou correio eletrônico) de apresentação onde o autor solicita a consideração de sua pesquisa indicando:

  • Que é um trabalho original não publicado e que o artigo não foi enviado também para outros meios ou revistas.
  • Qual é a contribuição original que o trabalho apresenta, por que foi elaborado e quais são os resultados verdadeiros obtidos.
  • Que confirma a autoria de todos os autores que aparecem no artigo e sua contribuição intelectual ao mesmo.
  • Que todos os autores têm lido e aprovam a versão final do manuscrito
  • Que em caso de aceitação para sua publicação, os autores cedem os direitos ao editor, sem cuja permissão expresso não pode reproduzir-se nenhum dos materiais publicados.
  • No caso em que os autores desejam recomendar a 3 expertos na especialidade de seu trabalho como possíveis avaliadores, podem fazê-lo nesta carta de apresentação indicando seus dados de contato. Os avaliadores propostos devem cumprir aos seguintes requisitos:
  • Título acadêmico de Doutor.
  • Ter vasto conhecimento na disciplina a avaliar.
  • Não faz parte parte do grupo de pesquisa que apresenta o trabalho.

7 FORMATO DO ARTIGO

7.1 Metadatos ou Cabeçalho

  • Título do artigo (em castelhano, inglês e português): o título será breve e concisa, com um comprimento máximo de 150 caracteres. Se é necessário você pode adicionar um subtítulo separado por um ponto. Evite usar expressões vazias, símbolos, fórmulas, abreviaturas ou acrônimos.
  • Nome e sobrenome de cada um dos autores. Os autores devem incluir um breve currículo.
  • Nome completo do centro de trabalho de cada um dos autores, que terá sua referência debaixo do nome do autor.
  • Nome e endereço completo do responsável do trabalho ou do primeiro autor, incluindo e-mail e número de telefone.
  • Bolsas de estudos, ajudas ou apoio financeiro que o autor o autores do trabalho têm (Projectos de Investigação) para a subvenção do trabalho e outras especificaçõ Incluir título acadêmico, empresa ou instituição, correio eletrônico, endereço postal e telefone.
  • O Resumo do trabalho (em castelhano, inglês e português) deve ter uma extensão máxima de 300 palavras. Serão descritos de forma concisa o propósito e objetivo da pesquisa, a metodologia, os resultados mais importantes e as principais conclusões. Os aspetos novos e relevantes do trabalho serão enfatizados.
  • Palavraschave (em castelhano, inglês e português): debaixo do resumoacrescentar até 5 palavraschave ou frases curtas que identifiquem o conteúdo do trabalho para sua inclusão nas listas e bases de dadosnacionais e internacionais. Deve- se usar termos controlados de referência.
  • Em caso de que o artigo não tenha a informação acima mencionada nas três línguas, CUADERNOS DE INVESTIGACIÓN EN JUVENTUD fará uma tradução do mesmo.

7.2. Texto do artigo

A extensão do artigo não deve exceder a 6.000 palavras (ver limitações de tamanho em tipologia dos artigos). Todas as siglas citadas deverão ser esclarecidas em seu significado. O autor deve utilizar numeração arábica para a paginação e para a numeração dos parágrafos e sub-parágrafos. O uso de unidades de medida seguirá as regras do Sistema Internacional.

Para as referências no texto o autor deve usar o sistema APA (American Psychological Association) será usado, nós recomendamos fazer uso da aplicação Mendeley.  É aconselhável evitar fazer uso de notas de rodapé.

O formato dos parágrafos seguirá o seguinte formato:

1. TÍTULO PARÁGRAFO 1 (Gill Sans MT, negrito, 14, maiúscula)

1.1. TÍTULO PARÁGRAFO  2 (Gill Sans MT, normal, 14, maiúscula)

1.1.1. Título parágrafo 3 (Gill Sans MT, negrito, 12, minúscula)

Texto do artigo (Gill Sans MT, normal, 11 minúscula)

O espaçamento é de 1,5, com espaçamento anterior e posterior de 3 pontos entre os parágrafos.

Os formatos de arquivos do texto eletrônico pode ser .doc, .docx, .rtf ou .txt.

É aconselhável uma qualidade mínima de 300 ppp para as fotografías / imagens que são ajuntadas ao artigo.

7.3. Estrutura do Texto

Dada a natureza multidisciplinar da revista, a estrutura dos artigos será aquela que os autores consideram mais adequada. Como sugestão, nós propomos a seguinte ordenação: Introdução, Material e Métodos, Resultados e Discussão ou Conclusões.

  • Introdução: deve incluir os princípios e objetivo do estudo, utilizando as citações estritamente necessárias. Não deve incluir dados ou conclusões do trabalho apresentado.
  • Material e métodos: serão apresentados com a precisão necessária para que o leitor possa compreender  e confirmar o desenvolvimento da pesquisa. Métodos dantes publicados como índices ou técnicas devem ser descritas só de forma breve e fornecer as correspondente citações, exceto quando o autor modificou estos métodos. Deve descrever o cálculo do tamanho da amostra e a forma de amostragem utilizada em seu caso. Se é uma metodología original é necessário expor as razões que o autor tem para à sua utilização e descrever suas possíveis limitaçõ.
  • Resultados: aparecerão em uma seqüência lógica no texto, tabelas ou figuras e não devem ser repetidos os mesmos dados. É necessário procurar destacar as observações importantes e descrever, sem interpretar ou fazer juízos de valor, as observações feitas com os materiais e métodos utilizados.
  • Discussão e Conclusões: o autor resumirá os achados, referindo as próprias observações com outros estudos de interesse e assinalando as contribuições e limitações de cada um. O autor não deve repetir com detalhe os dados ou outro material já comentado em outros parágrafos. As conclusões deverão descrever as inferências dos achados e suas limitações, incluindo as deduções para futuras investigações, e vinculará as conclusões com os objetivos da pesquisa, evitando as afirmações gratuitas e as conclusões não apoiadas completamente pelos dados do trabalho. Os seguintes parágrafos deverão ir, em tudo caso, no final do texto, com caráter obrigatório, qualquer que seja a estrutura do manuscrito:
  • Agradecimentos: somente pode- se agradecer sua colaboração a outras pessoas que têm feito contribuições importantes ao estudo mas sem legar a merecer a consideração de autor. O autor deve ter o consentimento destas pessoas por escrito. Assim mesmo, é aconselhável incluir uma declaração da fonte de financiamento da investigação.
  • Bibliografia: o autor deve incluir a bibliografia depois a discussão ou os agradecimentos, em formato APA. É aconselhável usar a aplicação Mendeley. A exatidão das referências bibliográficas é responsabilidade do autor. Também o autor deve indicar o DOI (Digital Object Identifier) de cada referência. Pode-se incluir como referências trabalhos aceitados, mas ainda não publicados, assinalando o nome da revista seguido da expressão “em imprensa”.

Nos conteúdos do tipo revisão, boas práticas …. o autor poderá incluir os parágrafos que pensa mais importantes para fornecer sua compreensão.

7.4 Outros

Tabelas: serão usadas para clarificar pontos importantes não aceitando- se a dupla documentação debaixo da tabelas e figuras. Os títulos ou rodapés que acompanham a tabelas devem explicar o conteúdo destas e devem estar em cursivo.

Figuras / Fotografias: serão consideradas todos os tipos de fotografias, gráficas ou desenhos. Todas devem ter un numero arábico em relação ao ordem da aparição no texto, sendo identificadas pela abreviatura fig. (s). Os Pés ou legendas de cada um devem ser indicados com o número correspondente. O texto nas figuras devem estar em cursivo. As figuras devem ser desenhadas de forma visível e com uma resolução mínima de 300 ppp.

Abreviaturas: só deverão ser empregadas abreviaturas standard, aceitadas em todo o mundo.  Quando o autor queira reduzir um termo utilizado amiúde no texto, a abreviatura deve ir entre parêntese a primeira vez que aparece. Não podem ser utilizados números romanos no texto. Os nomes comerciais não serão utilizados, exceto se é muito necessário.

8 PROCESSO EDITORIAL

O autor enviará o trabalho acompanhado pela carta de apresentação antes mencionada. A Redação  ou Editor em nome de Cadernos de Investigação em Juventude fará notificação de recepção aos autores das obras, e também, informará de sua aceitação ou rejeição, dependendo de sua qualidade, adequação a revista e cumprimento das normas de publicação. Em tal caso, os trabalho será enviado à avaliação externa.

Seguindo os critérios técnicos e científicos correspondentes a uma publicação de prestígio, o Conselho de Redação apresentará os artigos recebidos à revisão por pares duplo-cego pelos especialistas da base de dados de avaliadores de Cadernos de Investigação em Juventude. O resultado da avaliação será comunicado aos autores.

A redacção da Revista, em vista do informes externos, reserva-se o direito de aceitar / rejeitar os artigos para sua publicação, assim como o direito para introduzir mudanças no estilo e / ou encurtar textos que excedam a extensão permitida, comprometendo-se a respeitar o conteúdo do original.

Os Artigos de Investigação, as Revisões e Boas Práticas serão submetidas à revisão paritária externa. Para aqueles trabalhos revisados y considerados para sua publicação depois de sua modificação, o autor deve enviar novamente em um prazo de 30 dias naturais, tanto se são pequenas  ou grandes correções. Os autores receberão os informes de avaliação, de forma anônima, para que eles possam fazer as correções ou réplicas necessárias.

Os autores dos artigos aceitos receberão as provas de imprensa para sua correção por correio eletrônico em formato PDF. Eles deveram enviar as probas corregidas para à redação da revista  dentro das 48horas seguintes a sua recepção.

9 POLÍTICA DE ACCESSO LIVRE

Cadernos de Investigação em Juventude é uma revista de acceso livre.

10 POLÍTICA DE PUBLICAÇÃO EM WEB PERSSOAL OU CORPORATIVA

O artigo não tornará público para os meios de comunicação antes de sua publicação na revista.

11 RESPONSABILIDADES ÉTICAS

É responsabilidade e dever da redação  da revista lembrar aos colegas os seguintes extremos:

  • Ter autorização para publicação pela instituição que financiou a pesquisa.
  • Cadernos de Investigação em Juventude não aceita material já publicado. Os autores são responsáveis de obter as permissões para reproduzir parte do material (texto, tabelas ou figuras) de outras publicações e citar sua procedência.
  • Conflito de Interesse: a revista espera que os autores declarem qualquer associação comercial que pode ser um conflito de interesse em conexão com o artigo enviado.
  • Autoria. Na lista de autores devem figurar somente aqueles que têm contribuído com sua propriedade intelectual para o desenvolvimento do trabalho. Recolher dados ou participar em alguma técnica, não são por se mesmos critérios suficientes para ter autoria. Em geral, para ter autoria a pessoa deve cumprir aos seguintes requisitos:

– Ter participado na concepção e realização do trabalho que resultou no artigo em questão.

– Ter participado na elaboração do texto e nas revisões do mesmo.

– Ter aprovado a versão que será publicada.

A revista declina qualquer responsabilidade sobre possíveis conflitos derivados da autoria dos trabalhos publicados na Revista.